terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Que Crepúsculo!

Baixei o livro e o filme. Não aguentava mais tanta euforia de várias jovens a respeito deste filme. Infelizmente não tive tempo hábil para ler o livro, mas como também não pude ler o livro “O caçador de pipas” e adorei o filme, pensei que pudesse ter a mesma reação com Crepúsculo. Ontem a noite ignorei tudo e todos e fui ver o tal filme (baseado no best seller homônimo de Stephenie Meyer). A única coisa que eu sabia era a sinopse que se trata de uma adolescente, Bella, que se apaixona pelo vampiro Edward e que, a todo tempo, tinha que lutar contra seus instintos para não sugar até a morte a mulher que ama. Comecei a ver e aquela morbidade das cenas me deu uma sonolência incrível, mas continuei firme e forte porque o melhor estava por vir.
Perdoe-me fãs do filme, se não querem se aborrecer, sugiro que parem de ler aqui mesmo. Sei que poderei ser xingada e humilhada via web, mas preciso desabafar: que filme sem graça!
Adoro filmes de adolescentes, já vi muitos dos que todos falam que são ótimos, mas realmente esse não me encheu nem um pouco os olhos. Deveria ter lido o livro que, com certeza, deve ser bem melhor do que o filme, mas até a novela Vamp foi bem mais divertida e com um enredo melhor aproveitado. Por exemplo, Harry Potter, embora eu tenha dormido no final do primeiro filme, tenho que admitir que foi uma superprodução com uma história melhor e bem mais interessante.
Tudo bem, é linda a história de amor em que uma adolescente “se recusa” sentir todos os medos que qualquer uma sentiria sabendo que o “homem” que ama pode matá-la a qualquer momento (isso muito me lembra as mulheres de traficantes, mas tudo bem) e que basta apenas estar ao seu lado para se sentir feliz, porque até um beijo na boca pode fazer sua fome de sangue humano surgir (já que Edward e sua família são “vegetarianos” e só se alimentam de sangue de animais). Mas, e daí? Romance, fantasia e um pouco de suspense causam tanta euforia assim? É isso o filme?O final pede uma continuação que, com certeza terá, para a alegria dos produtores e para o sucesso das bilheterias de todo o mundo. Como lamento ter perdido A favorita.

7 comentários:

Raphael Oliveira disse...

Confesso que antes de assistir o filme e ler o livro, tive muito PRÉ conceito!
Mas quando vii o filme, achei que eu deveria ter me apaixonaaado pela história muito antes!
Pois mesmo que a história seja meio "fantasiosa"; é um romaance muito MARA que vale a pena ser assistido mais de uma vez! Afinal, a história só é boa por ser diferente... por ser um leão que se apaixona pelo cordeiro!

heehhe

Mesmo sendo mais uma "febre" adolescente, tem motivos pra ser um sucesso!

Beiijo Chriis.

Marcel disse...

Bom, eu ainda continuo com o meu pré-conceito, rsrs..

Não li o livro nem assisti o filme, apenas conheço a sinopse e as fotos. Mas não há nada que possa me convencer que isso preste... é uma "mania pré-adolescente", é tosco.

E, meu Deus, olhem a cara desse vampiro! Ele é medonho!

RodrigO [OsBunitãO] disse...

Eu não sou muito chegado em filme não! Ainda mais filme modinha!
Vc tá mais do que certa na sua postagem e se alguem vir te xingar me chama! kkkkkkkkk
Sou mais ver a favorita, hoje não perco pra ver a Dona Irene desmascarar a Flora! kkkkkkkkk
bjO

Flora disse...

Vixi, eu ainda não vi o filme e nem li o livro...

monotoniapura disse...

Está para existir um filme que dividiu mais as opiniões.

Eu sou um dos que não leu o livro - apesar de ter ele aqui em casa - Também sou um dos que ainda não viu o filme e após ver toda essa divisão de opinião, só irei assisti após ler (terminar de ler).

Eu me interesso pela história. Vampiros e tudo mais me animam, igual a série True Blood. Mas com tudo apesar de não ter terminado de ler o livro ainda, eu comecei, página 100 ou alguma coisa assim e a narração cansa, primeira pessoa, a personagem principal extremamente confusa (que até confunde o leitor).

Mas vou perder um pouco do meu tempo, terminar e analisar as duas produções.

Cilla Adriana disse...

É, a Flora ainda é mais interessante, hahaha. Brincadeira, eu não vi o filme e nem li o livro, mas todos ficam falando tanto desse bendito filme que um dia irei assistir. Fico triste que sua opinião seja igual a de muitos amigos que foram ver esse filme, com exceção dos menores de 15 anos, rs. Adorei o seu blog, muito sincero. Nada de xingamentos, quem fizer isso é no mínimo ignorante porque cada um tem seu gosto. Grande abraço.

Raphael Perov disse...

Hahaha.
Tipo, me indicaram o livro e talz, e não queria ver o filme antes de ler o livro (aliás é uma mania que tenho).
Li, adorei. Um romance muito bem bolado.
Agora o filme mesmo, só foi um prato cheio pra quem acompanhou o livro, pois alguns detalhes que julgamos importantes ao ler o livro, foram deixados de lado na obra cinematográfica.