sábado, 17 de outubro de 2009

Feriado para quem?

Residência, segunda-feira, 12-10-09
Parafraseando meu amigo Rick, feriado para quem?
AS nove horas da manhã, pontualmente, Cristina estava lá na Gazeta. Depois de ter tido um final de semana extremamente cansativo, eu estava lá na Residência para mais uma maratona de palestras e trabalhos. Eu, que tinha a ilusão d epoder descansar no final de semana e dar uma boa adiantada na minha monografia, fui surpeendida pela minha memórias as 16 horas de sábado, dia 10, de que na segunda feira seria o dia das crianças. Muita perdida no meu tempo e espaço, me lembrei também que tenho um afilhado de três anos que ficaria muito decepcionado se eu não levasse nem um pirulito. Então fui eu no sábado para a antiga Casa dos Brinquedos, em Laranjeiras. Vi o inferno de perto. Todas as crianças do mundo estavam dentro daquela loja e todas a mães estressadas do mundo também. E lá se foi o restinho do meu instinto materno. Isso que dá deixar tudo para a última hora.
Bem, continuando. Na segundade manha tivemos palestra com Renato Costa Neto, aquele apresentador do Conexão Geral e dito de Convergência de Mídias. Estava muito ansiosa por essa palestra porque poderia ajudar, e muito, no meu projeto de pesquisa sobre jornalismo no celular. Só que não foi do jeito que a gente esperava. Ela contou muitas coisas legais, entretanto, nem lhava pra gente. Falou olhando o tempo todo no notebook e aquilo me deuma afliçao. Foram quase três horas assim, ele falando só com o computador. Não gostei não. Mas enfim, valeu pela intenção.
Na parte da tarde, nada demais. Hoje eu não fui para as ruas. A redação estava super vazia por causa do feriado. Fiquei no Gazeta Online finalizando alguns textos e consegui chegar cedo em casa. As 19h há estava no meu lar doce lar pronta para mais quatro horas de estudo. Acho que to meio sem vida pós Gazeta.

Um comentário:

B disse...

http://letras.terra.com.br/promocoes/7anos/139431/
melhores musicas ^~
divulgue