sábado, 10 de outubro de 2009

Um lugar ao Sol ao lado do pilates

Residência, sexta-feira (09).
Aula de português com o professor José Augusto de Carvalho. Deu até para esquecer o cansaço e o fato de qu eue tenho que tomar café todos os dias mesmo nao gostando nem um pouco. Ele é ótimo. Falou umas palavras tão difíceis que me fez com que eu me sentisse uma jumenta. Sorte que tinha pessoas que se sentiam como eu. Talvez de vinte presentes, vinte compartilhavem do meu sofrimento intelectual. Quanta sabedoria e conhecimento têm naqueles cabelos brancos. Ressuscitou a minha vontade de ser gramática. Mas confesso que vou precisar de uma urgentemente. Ele, muito legal com todos e soliário a nossa pobreza, distribuiu muitas de suas obras.u, azarada no jogo, não ganhei nenhuma. Mas vou superar.
Depois fizemos umas fotos e um vídeo para pôr no site do Gazeta online. E já está lá www.gazetaonline.com.br/residencia Foi muito engraçado e deu para unir ainda mais a galera. Agora, estamos pensando naquele churrasco rsrsrs.
Depois do alomoço, como sempre, fomos para a redação. Hoje foi um dia de cobaia numa aula experimental de pilates. A Laila precisava de alguém estressado para fazer uma aula e falar se realmente resolve. Gente, que coisa relaxante. Adorei. Preciso, urgentemente, de dinheiro para fazer essas aulas. É melhor do que a Yoga. Dá uma vontade ficar lá o tempo todo, relaxando. Porém, alegria de pobre dura pouco. Voltamos para a redação multímida e fiz um texto sobre o pilates e tentei ajudar um pouco a Cibele e o Leonardo, colegas de residência, a fazerem o vídeo. Ajudei pouco porque não tinha como ficar muita gente fazendo a mesma coisa. O vídeo saiu, terminei meu texto e fui pra casa as oito e meia. Dormi pensando na falta que o pilates me faz.

2 comentários:

Cripta disse...

Oi!
Seu blog está ótimo. Com certeza visitarei mais vezes.

Cezelina disse...

Amiga, confesso que não gosto muito de ficar lendo blog, mas confesso que adorei ler o seu, assim dá pra sentir um pouquinho de como está sendo a residência na Gazeta. Queria muito ter participado da seleção, mas estou feliz no meu emprego...

Bjus vou acompanhando daqui e matando um pouquinho da saudade..Ah!! vÊ se não vai me trocar pela sua "nova amiga". adorei a história da garrafa de café...